TCU capacita gestores da Sudeco

TCU capacita gestores da Sudeco

Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Sex, 14 Set 2018 17:28:00 -0300

Última modificação: Seg, 08 Out 2018 16:44:10 -0300

Servidores da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) participaram, em Brasília (DF), do curso “Governança para Altos Executivos”, promovido pelo Instituto Serzadello Corrêa, Escola Superior do Tribunal de Contas da União (TCU).

Ao longo da capacitação, servidores do Tribunal abordaram o tema governança em uma série de apresentações, detalhando assuntos como boas práticas, conceito, sistemas de governança e diretrizes da legislação atual.

A abertura da capacitação foi realizada pelo presidente do Tribunal, ministro Raimundo Carreiro, e pelo ministro-relator, Augusto Nardes, e contou com a presença do superintendente da Sudeco, Marcos Henrique Derzi Wasilewski, acompanhado dos diretores Roberto Postiglione (Diretoria de Planejamento e Avaliação) e Edimilson Alves (Diretoria de Implementação de Programas e de Gestão de Fundos); da auditora-geral Sônia Maria Souto, do assessor especial do gabinete Márcio Scatena Villar e demais coordenações-gerais da autarquia. 

A Secretaria Executiva de Desenvolvimento do TCU apresentou o Índice Geral de Governança (IGG) da Sudeco, que consiste em um levantamento sistematizado de informações sobre a situação de governança pública e gestão para identificar pontos mais vulneráveis e induzir melhorias.

O IGG da autarquia ainda aponta um grau de maturidade em estágio inicial, considerando o pouco tempo de recriação da autarquia, quando comparado a outros órgãos da Administração Pública Federal.  O índice é composto pelos elementos de governança pública, gestão de pessoas, de Tecnologia da Informação (TI) e de contratações.

Para o superintendente da Sudeco, Marcos Derzi, a capacitação pelo TCU tem uma importância impar para os gestores, uma vez que possibilitará um conhecimento maior sobre as boas práticas de governança, levando a uma melhoria na gestão de pessoal e na correta disponibilização e utilização das ferramentas que propiciem o cumprimento das finalidades e objetivos da autarquia. “Conhecer o IGG da Sudeco possibilitará corrigir os gargalos em nossa gestão”, assinalou o superintendente.