FCO e Banco de Projetos foram apresentados para os municípios do Conisul

FCO e Banco de Projetos foram apresentados para os municípios do Conisul

Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Sex, 06 Abr 2018 16:48:00 -0300

Última modificação: Ter, 10 Abr 2018 13:21:18 -0300

Evento ocorreu em MS

Crédito: Retrato Foto

O superintendente da Sudeco, Marcos Henrique Derzi Wasilewski, esteve, nesta sexta-feira (06), no Plenário da Câmara de Vereadores de Mundo Novo (MS), para apresentar para os consorciados do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Sul do Mato Grosso do Sul (Conisul) as ações da autarquia para o desenvolvimento da região.

No evento o superintendente expôs as principais ações que compõe o banco de projetos da autarquia e realizou um balanço do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro Oeste (FCO) voltado aos pequenos, médios e grandes empresários, e aos produtores rurais.

Segundo Marcos Henrique Derzi Wasilewski 2017 foi um grande ano na retomada das contratações dos Fundos Constitucionais. Foram contratados R$ 8,3 bilhões, montante de 91% superior ao aplicado no mesmo período de 2016 (R$ 4,3 bilhões). As operações voltadas para o agronegócio atingiram o montante de R$ 6,4 bilhões, ou seja 76%. O Mato Grosso do Sul se destacou com R$ 2,2 bilhões de aplicações de um total de R$ 2,3 bilhões disponíveis, representando um incremento de 160% de novos financiamentos.

‘A Sudeco continua trabalhando muito para que esse recurso seja totalmente aplicado. Para 2018 nós temos R$ 7,9 bilhões para financiar projetos na região, somente para o Mato Grosso do Sul está previsto R$ 1,8 bilhão, sendo que R$ 910 milhões para o agronegócio, e não tenho nenhuma dúvida que esse recurso será totalmente investido para continuar garantindo o desenvolvimento do centro-oeste”, ressaltou Marcos Henrique Derzi Wasilewski.

Participaram do evento os prefeitos dos municípios sul-mato-grossenses de Japorã, Itaquiraí, Naviraí, Juti, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Caarapó, Paranhos, Sete Quedas, Tacuru, Iguatemi. Amambai, Eldorado e Mundo Novo. Além do senador Pedro Chaves (PRB) e do deputado federal Geraldo Resende (PSDB)