Sudeco apresenta em Cristalina (GO) condições de financiamento do FCO

Sudeco apresenta em Cristalina (GO) condições de financiamento do FCO

Por Assessoria de Comunicação

Publicação: Qui, 18 Mai 2017 12:14:00 -0300

Última modificação: Qui, 18 Mai 2017 16:13:16 -0300

Irrigação em Cristalina (GO)

Crédito: Prefeitura de Cristalina

CRISTALINA (GO), 18/05/2017- Técnicos da Superintendência do Desenvolvimento no Centro-Oeste (Sudeco) farão, hoje, uma apresentação na Câmara de Vereadores Municipal para detalhar as linhas de participação em todos os setores de financiamento do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), que gerem emprego e renda.

Recentemente, o prefeito de Cristalina, Daniel do Sindicato, visitou o superintendente da Sudeco, Antônio Carlos Nantes de Oliveira, em Brasília. Na ocasião, ele foi informado de que autarquia enviou representantes para visitar todas as prefeituras e Câmaras de Vereadores dos 22 municípios da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico do Entorno (Ride). A iniciativa tem o objetivo é intensificar a divulgação do Fundo no município.

Cristalina faz parte da Ride e se constitui atualmente um dos maiores polos nacionais do agronegócio. Para fins de tonada de financiamentos do FCO por pequenos e médios agricultores, ele é um dos municípios goianos de maior potencial de aplicação das linhas abertas pela Sudeco através de seus agentes financeiros.  

A região de Cristalina é privilegiada, com mais de duzentos e quarenta rios, córregos e nascentes. Com uma eficiente gestão dos recursos hídricos, que garante o uso sustentável da água na irrigação, é possível fazer brotar alimentos em todo o ano. Ao todo, são 200 mil hectares de culturas irrigadas – a maior área irrigada por pivô central da América Latina. Cristalina possui 56 mil hectares irrigados, sendo o município com maior área irrigada.

A alta lucratividade das hortaliças estimulou o produtor a investir no seu cultivo – no caso da batata, o lucro chega a 100%. O município é o maior produtor de alho do Brasil (sua produção corresponde a, aproximadamente, 40% da produção nacional) e um dos maiores produtores de cenoura. Por ano, o mercado de hortaliças movimenta cerca de R$ 700 milhões e gera quase 22 mil empregos. Além dessas culturas, destacam-se a produção de alho, batata, e muitas outros produtos.